As magníficas pinturas da igreja Aparecida em Pirajuí

2

A igreja Nossa Senhora Aparecida (1938) é uma das duas principais da religião católica na cidade de Pirajuí — há ainda, a primeira do município, a Matriz do padroeiro São Sebastião, além de outras capelas. A obra é fruto da articulação da comunidade de imigrantes italianos, muito numerosa à época, encabeçada pelo fazendeiro Luiz Santarosa.

Os impressionantes 21 murais e 14 painéis do interior da igreja vieram dos pincéis do artista plástico italiano Antonio Maria Nardi (1897-1973), que chega ao Brasil pouco depois da 2ª Guerra e por aqui fica até meados da década de 60, quando volta para o continente europeu.

Em suas pinturas, as cenas bíblicas impressionam pela perfeição dos traços das formas humanas e as cores vibrantes, que dão um ar moderno à obra (as personagens chegam a ter um tom heroico).

hb-igreja-03

Isaías Profeta
Em sua fase de biógrafo de Jesus Cristo, o poeta paranaense Paulo Leminski (1944-1989) já deixa bem claro: “A profecia sempre foi uma profissão perigosa”. Apesar da palavra profeta vir do grego, o termo original no hebraico, nabi, tende a compreender melhor o significado do tema. Escreve Leminski:

Era uma espécie de “louco de Deus”, desfrutando das imunidades das crianças, dos muito velhos ou dos bobos da corte. E de seus riscos. […]

Para Isaías, o exercício da profecia, como entre os antigos hebreus, era singularmente facilitado por uma característica da língua hebraica, onde não há tempos. Mas modos. […]

Trocando em miúdos: se o profeta hebreu diz “cairás, cidade maldita”, pelo tempo do verbo, você não pode garantir se a cidade caiu ou vai cair.

Segundo a lenda, aos 100 anos de idade, Isaías foi acusado de alta traição e serrado ao meio. Tantos outros profetas do período tiveram fins terríveis, como João Batista e o próprio Cristo.

hb-igreja-01

Deus, Jesus
Além das imponentes figuras de Cristo e seu pai frente ao altar da igreja, no alto da construção as pinturas retratam figuras bíblicas, bem como, virtudes como Fé, Fortaleza, Pureza.

hb-igreja-02

Pecado original
Adão e Eva, envergonhados, diante do papelão que me aprontaram frente ao anjo, armado com uma espada e com um semblante severo. Não resistiram à tentação e mandaram para dentro uma maçã — seria mesmo uma maçã? Não importa: foi o fruto da desobediência.

hb-igreja-05

Via crucis
Nas laterais da igreja, Nardi pintou as estações da Via Sacra. Nas selecionadas, Cristo é despido de suas vestes e, em seguida, quando já sofria o peso da cruz, vê em Cirineu um dos solitários atos de solidariedade. O homem segura o lenho por alguns metros, aliviando minimamente a agonia de Jesus.

No final da década de 1990, o artista plástico pirajuiense Zé Renato Bertoldi inicia a difícil missão de restaurar as obras da igreja Nossa Senhora Aparecida. Encontrou algumas peças quase que totalmente tomadas por cupins, mas conseguiu recuperá-las. Sua formação em restauro veio do Seminário Seráfico São Luis de Tolosa, em Rio Negro (PR). Por sinal, foi o seminário onde estudou o arcebispo-emérito de São Paulo, Paulo Evaristo Arns, um dos maiores teóricos sobre a obra de São Jerônimo, o principal tradutor e organizador da Bíblia.

hb-igreja-04

Retorno
De volta à Itália, movido pela idade e saúde, recebe do Vaticano o título de Cavalheiro da Ordem de San Silvestro Papa. Deixou obras em: Belo Horizonte, Jundiaí, São Leopoldo, Porto Ferreira, Niterói, Cantagalo, Eugenópolis, Bagé, Nova Friburgo, entre outras cidades. Mais informações aqui.

(fonte: Livro Pirajuí 100 anos)

2
« »

© 2017 . Theme by Anders Norén.